UFPB capacita dentistas de 167 cidades paraibanas para prevenir Covid-19

O curso de capacitação “Cuidados em Saúde Bucal no contexto da pandemia da COVID-19”, do Departamento de Clínica e Odontologia Social da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), aborda, durante a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), tópicos de higiene bucal e de práticas odontológicas da Atenção Primária à Saúde para profissionais do estado.

De acordo com o coordenador da iniciativa, professor Edson Hilan Lucena, o público-alvo da ação é composto por cirurgiões-dentistas da rede Estratégia Saúde da Família do estado da Paraíba. Foram disponibilizadas 350 vagas para todos os municípios paraibanos, levando em conta a quantidade de equipes em cada município.

“Esse curso foi pensado e estruturado por um grupo de professores a partir da experiência profissional e da responsabilidade social de cada um. Conseguimos apoio da Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba e do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba. Os gestores municipais foram responsáveis pela indicação dos profissionais”, explica o professor da UFPB.

Edson Lucena afirma que os 350 cirurgiões-dentistas indicados para o curso foram de 167 cidades da Paraíba, o que corresponde a 75% dos municípios paraibanos e a todas as regiões de saúde do estado.

A iniciativa conta ainda com parceria do Programa de Pós-Graduação em Odontologia da UFPB, participação de estudantes de mestrado e doutorado da instituição e colaboração de professores de outras instituições, como a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade de São Paulo (USP) e Universidade de Brasília (UnB).

“Buscamos capacitar os cirurgiões-dentistas da Atenção Aásica da Paraíba, por meio de atividades teóricas e discursivas, em temas pertinentes às ações de promoção e prevenção. Dialogamos sobre como desenvolver atividades clínicas odontológicas minimamente invasivas em uma equipe de saúde bucal no contexto da Covid-19”, destaca o professor da UFPB.

Segundo Edson Lucena, os assuntos abordados dizem respeito a cinco módulos. “Biossegurança no contexto da Covid-19”; “Acolhimento, avaliação, classificação de necessidade de saúde bucal e análise de vulnerabilidade”; “Cárie dentária: conceitos atuais, prevenção e tratamento”; “Conceitos e práticas de Odontologia Minimamente Invasiva (OMI)”; e “Ferramentas para tomada de decisão e ampliação da eficiência da prática odontológica”.

“Todas as atividades ocorrem de forma remota (síncrona e assíncrona), via Google Meet. Os profissionais interagem por meio da participação em reuniões agendadas para debates, nos fóruns de discussão e pelo envio de tarefas na plataforma digital Google Classroom”, diz o professor.

As atividades do curso começaram no dia 10 de agosto e seguem até 28 de setembro. A carga horária é de 45 horas-aula. Os participantes serão avaliados continuamente por meio de frequência e da participação e interação nos módulos propostos.

Ascom UFPB

Quinca Remígio

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *