Sefaz-PB implanta novo modelo de encerramento imediato da atividade na Paraíba

Os contribuintes que solicitarem o pedido de encerramento de inscrição estadual de Cadastro de Contribuinte de ICMS na Paraíba ganharam mais agilidade no serviço. Além de ser pela internet, a baixa, agora, será com aprovação imediata no sistema da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-PB).

O secretário executivo da Sefaz, Bruno Frade, explicou como funciona o novo modelo de baixa e a diferença com o modelo anterior, que traz mais celeridade e menos burocracia ao contribuinte.

“Anteriormente, todas as baixas de contribuintes que queriam encerrar as atividades comerciais, eles davam entrada na repartição fiscal ou mais recentemente via Redesim. O processo ficava em procedimento de baixa para que a empresa fosse auditada e, após a auditoria, acontecia então a baixa. Com esse novo modelo, o serviço de baixa ganhou forte celeridade. Após solicitação na Redesim, a empresa é automaticamente baixada e vai para o procedimento de auditoria apenas aqueles casos que, por ventura, entrem nos novos critérios do processo de auditoria da Sefaz. Ou seja, o novo modelo teve o seu fluxo invertido para gerar mais agilidade e menos burocracia para as empesas que querem fazer a baixa no Cadastro de Contribuinte de ICMS. Ou seja, ao dar entrada no portal integrador da Redesim, que a Sefaz participa, a baixa é automática e o processo prévio de auditoria dessas baixas ficou para o momento seguinte”, detalhou.

Novo serviço já disponível – O novo serviço automático de baixa para o contribuinte de ICMS já disponível e o principal caminho para o pedido de encerramento da atividade de forma automática do Cadastro de Contribuinte do ICMS acontece via Redesim (Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios).

Via Redesim – Para realizar a baixa automática, o empresário ou representante vai ao portal da Redesim (www.redesim.pb.gov.br) e comunica à Junta Comercial do Estado que encerrou a sua atividade. Depois de uma análise, a Junta Comercial acata aquele pedido. Isto gera automaticamente um processo pedindo baixa da inscrição estadual na Sefaz-PB. Para o cidadão, fica o benefício da baixa instantânea.

O auditor fiscal do Núcleo de Cadastro do Contribuinte da Sefaz, Roberto Nóbrega Imperiano, lembra que o novo sistema de baixa instantânea reduz o Custo Brasil e era uma das reivindicações dos empresários. “Agora, para o contribuinte de ICMS na Paraíba, a parte de fechar está definitivamente fora dessa história de Custo Brasil”, destacou.

Imperiano acrescentou ainda que “existe o pedido de baixa fora do mecanismo integrado à Redesim. São alguns casos específicos. No momento, temos o Produtor Rural Pessoa Física e o Substituto Tributário. Esses pedidos de baixas são feitos via Ficha de Atualização Cadastral (FAC): o cidadão preenche um formulário solicitando a baixa e o entrega à repartição fiscal”, explicou.

Secom-PB

Quinca Remígio

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *