Relatório da CGU aponta que quase 150 policiais receberam auxílio emergencial, na PB

A Controladoria-Geral da União (CGU) identificou que 149 policiais militares da Paraíba estão na lista dos servidores públicos que receberam ilegalmente os R$ 600 de auxílio emergencial pagos pelo governo federal por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Pelo menos três sindicâncias já foram abertas em cidades do interior do Estado por causa dos desvios de conduta de alguns profissionais. A CGU repassou através de um oficio ao Comando-Geral da Polícia Militar da Paraíba os nomes dos militares citados no relatório.

Mais de 6 mil servidores estaduais da Paraíba que receberam o benefício indevidamente foram identificados pela CGU. Além dos militares, estão no relatório 2.897 servidores da Secretaria Estadual de Saúde, 2.614 aposentados e pensionistas da PBPrev, 466 servidores da Secretaria de Educação.

Todos os casos detectados estão sendo notificados pela CGU, para que os órgãos onde eles estão lotados tomem providências. Os servidores estão sendo orientados a devolver o dinheiro.

 

 

Wscom

Quinca Remígio

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *