Uma criança de 1 ano e 8 meses foi socorrida para o hospital e Maternidade Caçula Leite, em Conceição, depois de quase morrer afogada dentro de uma banheira, fato ocorrido na manhã desta quarta-feira (2), em Ibiara. De acordo com informações de populares, Emanuele Kawane da Silva Cardoso tomava banho numa banheira quando teve início um afogamento. Ela foi socorrida para o PSF da cidade de Ibiara, de onde foi transferida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU para o hospital de Conceição. A criança se encontra entubada no hospital de Conceição e será transferida para o hospital de Trauma, em Campina Grande.

Obalanço de atividades do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC) relativo ao período do dia 1º a 31 de agosto, no que diz respeito aos serviços de Urgência e Emergência de vítimas de acidentes de trânsito, revelou, pelo terceiro mês consecutivo, um sensível aumento nos atendimentos de acidentados. Enquanto em junho foram atendidos 200 pacientes, em julho outros 210, em agosto, esse número subiu para 281. Além do aumento da demanda, o número de vítimas de acidentes com motos também preocupa. Dos 281 pacientes atendidos neste período, 231 foram de motociclistas.

A segunda maior demanda do setor de Emergência e Urgência do Complexo em agosto de vítimas de acidentes foram de pessoas que se envolveram em acidentes com bicicletas, num total de 21 casos. Os acidentes com automóvel ficaram em terceiro lugar com 16 ocorrências e em quarto lugar os atropelamentos, com 11 vítimas. O registro de entradas no CHRDJC de vítimas de acidentes ainda contabilizou dois acidentes com veículo de tração animal.

Os dados referentes a atendimentos com vítimas de violência durante o mês de agosto totalizaram 37 casos, sendo 20 ocorrências de agressão física, nove pacientes deram entrada com ferimentos causados por arma de fogo e outros oito por ferimentos provocados por arma branca. Comparando os dados de julho, que totalizaram 24 casos, houve também sensível aumento de registros de vítimas de violência.

Assessoria

Quinca Remígio

Formado em jornalismo pelas Faculdades Integradas de Patos-PB (FIP) e radialista na Escola Técnica de Sousa-PB pelo Sindicato dos Radialistas da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *